Novas alíquotas de recolhimento do INSS entram em vigor semana que vem
Geral

Novas alíquotas de recolhimento do INSS entram em vigor semana que vem

Novas alíquotas para recolhimento do INSS entram em vigor a partir de março de 2020.

O INSS atualizou os valores para cálculo do desconto da contribuição previdenciária das domésticas e trabalhadores com carteira assinada.

O índice utilizado para o reajuste foi o INPC que ficou em 4,48% em 2019.

Os valores atualizados estão na portaria 914 da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, publicada em 14/02/2020.

Como ficam os descontos do INSS para janeiro e fevereiro de 2020?

É importante ressaltar que os recolhimentos feitos em janeiro, que são relativos aos salários de dezembro continuam sendo calculados com a tabela antiga.

Para 2020, temos duas formas de desconto, uma delas refere-se a janeiro e fevereiro e outra a partir de março.

Para janeiro e fevereiro de 2020 temos:

TABELA DE CONTRIBUIÇÃO DOS SEGURADOS EMPREGADO, EMPREGADO DOMÉSTICO E TRABALHADOR AVULSO, PARA PAGAMENTO DE REMUNERAÇÃO DE 1º DE JANEIRO DE 2020 A 29 DE FEVEREIRO DE 2020.

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$) ALÍQUOTA PARA FINS DE RECOLHIMENTO AO INSS
até 1.830,29 8%
de 1.830,30 até 3.050,52 9%
de 3.050,53 até 6.101,06 11 %

Importante: Essas alíquotas referentes ao salário de janeiro são recolhidas em fevereiro, já que, em janeiro paga-se a contribuição referente ao mês anterior. Essa faixa de alíquotas também é válida para o salário de fevereiro, pois, este é recebido em março.

Novos descontos a partir de março

Em virtude da Reforma da Previdência, a partir do mês de março a forma de aplicar os descontos de contribuições previdenciárias muda. Isso vai ser refletido no pagamento de abril, que é referente ao mês de março.

O que muda com as novas alíquotas de recolhimento do INSS?

Com as novas alíquotas de recolhimento do INSS para março de 2020, e o  formato de cálculo progressivo, os salários menores terão menores descontos, e os salários mais altos terão descontos maiores.

As contribuições progressivas são cobradas sobre a parcela do salário que se enquadrar em cada faixa.

Veja como fica a nova tabela de alíquotas progressivas.

INSS

TABELA DE CONTRIBUIÇÃO DOS SEGURADOS EMPREGADO, EMPREGADO DOMÉSTICO E TRABALHADOR AVULSO, PARA PAGAMENTO DE REMUNERAÇÃO A PARTIR DE 1º DE MARÇO DE 2020.

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$) ALÍQUOTA PARA FINS DE RECOLHIMENTO AO INSS
até 1.045,00 7,5%
de 1.045,01 até 2.089,60  9%
de 2.089,61 até 3.134,40  12 %
de 3.134,41 até 6.101,06 14%

Limite de desconto: O valor do teto para recolhimento do INSS é de R$ 713,09 a partir de março de 2020.

A tabela acima já está atualizada para o novo salário mínimo de R$ 1045,00.

Pagamentos efetuados a autônomos

É importante lembrar que as novas regras de alíquota progressiva têm impacto na tabela do INSS para empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso.

Para os autônomos houve apenas um reajuste de 4,48%.

Os reajustes começam a valer em 1º março de 2020.

Abaixo temos a tabela do INSS 2020 para autônomo.

Salário de contribuição Alíquota Valor
R$ 1.045 5% R$ 52,25 por mês
R$ 1.045 11% R$ 114,95 por mês
R$ 1.045 até R$ 6.101,06 20% Entre R$209,00 e R$1.220,21

Disponível: https://www.jornalcontabil.com.br/

Compartilhe!
Contato via Whatsapp